Território da Cidadania do Cariri realizará nova plenária no início de julho

TC CaririNo dia 6 de julho [quarta-feira] o SEST SENAT, localizado no município do Crato, no Cariri cearense, será palco de mais uma plenária do Território da Cidadania do Cariri. Será a terceira plenária do Território, somente esse ano. O encontro do dia 6 terá início às 8 horas e se estenderá até às 16 do mesmo dia.

De acordo com a programação do evento, a agenda da manhã será destinada, em grande parte, à socialização e validação dos resultados do trabalho realizado, em 2015, pelo Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura [IICA] no Brasil, através do projeto Insígnia Inclusão na Agricultura e nos Territórios Rurais.

O trabalho do IICA envolveu o estudo sobre as políticas gerais que promoveram a redução da pobreza e das desigualdades sociais no Brasil a partir de 2003, o estudo de sete políticas públicas para inclusão socioprodutiva no pais nesse período e um olhar especial sobre o Cariri, por meio da análise dos impactos de programas e projetos, governamentais e não governamentais, em execução no Microterritório Cariri Oeste.

O IICA é um organismo internacional, fundando em 1942, especializado em agricultura e bem-estar rural, vinculado à Organização dos Estados Americanos [OEA]. Diretores e vários profissionais do IICA participarão desse momento da Plenária, que contará ainda com as presenças das coordenações dos projetos Paulo Freire e São José III, ambos vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará [SDA].

Ainda pela manhã será confirmada a nova composição do Colegiado do Território da Cidadania do Cariri, formado por instituições públicas federais, estaduais e municipais e organizações da sociedade civil de todo o Cariri. A agenda da tarde será destinada à aplicação do questionário para apuração do Índice de Gestão Social [IGS] do Território da Cidadania do Cariri. Segundo o ex-secretário de Desenvolvimento Territorial do extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário, Humberto Oliveira, esse indicador vai aprofundar o debate sobre os instrumentos de controle social e o monitoramento das ações por parte das várias esferas de governo. Humberto lembra que o indicador vai promover e fortalecer a gestão e o controle social das políticas públicas nos territórios rurais.

Para Joelmir Pinho, assessor territorial de gestão social do Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial [NEDET], vinculado ao Observatório de Políticas Públicas para Territórios da Universidade Federal do Cariri, o Território da Cidadania do Cariri vive um momento muito especial de retomada de suas atividades e construção de nova identidade e nova agenda. Joelmir destaca que “um dos maiores desafios do Território, nesse momento, é a definição, pelo diálogo afetuoso e amplo, dos princípios e diretrizes que irão orientar nossa caminhada coletiva daqui pra frente”. Ele propõe partir de três perguntas: o que podemos fazer por nós mesmos, o que é preciso que o Estado faça e quais as causas que nos aglutinam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s